Decreto do prefeito do RJ torna obrigatória a utilização de máscaras em locais públicos

Por: Redação Otimiza Benefícios

 

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, publicou neste sábado (18/04) um decreto, que torna obrigatória a utilização de máscaras para a população que sair às ruas e frequentar estabelecimentos que realizam atendimento ao público.

A medida tem o objetivo de conter o avanço no aumento no número de casos de coronavírus.  

O decreto também vale para os meios de transportes públicos ou privados da cidade.

O documento prevê que o uso das máscaras deve ocorrer também em locais como praias, lagoas e praças.

O texto foi publicado em uma edição extraordinária do Diário Oficial do Município.  

O prazo para que a medida entre em vigor será de cinco dias a partir da publicação, ou seja, na quinta-feira (23/04).

Quem não usar as máscaras poderá ser impedido de utilizar o transporte público ou entrar nos estabelecimentos autorizados a funcionar durante a pandemia do novo coronavírus.  

Crivella informou que a regulamentação do decreto inclui as eventuais punições para quem desobedecer à determinação.

No entanto, ele destacou o caráter da conscientização:  

-O mais importante não é punir, mas conscientizar a população sobre a importância do uso de máscaras neste momento em que a curva de contágio do novo coronavírus se acentua na cidade. É preciso a colaboração de todas as pessoas. Um deve alertar o outro que não estiver usando máscara a passar a usar, se proteger e proteger as demais pessoas – disse o prefeito.

 

Obrigatória a utilização de máscaras – Cartilha

O decreto traz em anexo uma cartilha com orientações sobre como confeccionar as máscaras, usá-las e higienizá-las.

– É importante dizer que as máscaras de uso obrigatório são as comuns, feitas em casa. As profissionais, como consta em nota do Ministério da Saúde, serão reservadas aos médicos, enfermeiros e demais profissionais da saúde em campo. Se todo mundo usar máscaras profissionais, elas vão faltar nos hospitais – explicou Crivella.      

Cabines de desinfecção

A Prefeitura do Rio vai instalar cabines de desinfecção em pontos de maior circulação de pessoas na cidade, como a Central do Brasil e estações de Metrô, BRT e barcas.

As duas primeiras unidades serão disponibilizadas no hospital de campanha do Riocentro, na Zona Oeste, para serem utilizadas pelos profissionais de saúde na entrada e saída do local.

A primeira chegou no último sábado e a segunda estará instalada até a próxima terça-feira (21/04).  

Com intenção de frear o avanço do novo coronavírus, o gestor do Gabinete de Crise contra a Covid-19 e secretário municipal de Ordem Pública, Gutemberg Fonseca, anunciou a medida no último sábado.

A previsão é de que outras dez cabines sejam espalhadas pela cidade até a próxima sexta-feira (24/04).    

Gostou dessa matéria? Fique por dentro de muitas outras acessando nosso Portal!

CLIQUE AQUI!