Planilha de Controle de Férias  

Por: Redação Otimiza Benefícios

Desde novembro de 2017 o passado estão valendo as regras da Reforma Trabalhista.

Uma das alterações promovidas pela nova legislação diz respeito ao regime das férias do empregado.

Antes da Reforma, a CLT determinava que as férias seriam concedidas pelo empregador em um único período, após 12 meses trabalhados.

Excepcionalmente, as férias poderiam ser fracionadas, porém respeitando um limite máximo de 10 dias.

Agora, com a Reforma Trabalhista as férias do empregado podem ser fracionadas em até 3 períodos, sendo que um dos períodos não pode ser inferior a 14 dias e, os demais, não poderão ser inferiores a 5 dias.

A nova medida traz mais flexibilidade ao trabalhador, porém, além de formalizar o acordo, é fundamental que o empregador realize um controle de férias para não ter problemas no orçamento e, também, com a Justiça Trabalhista.

Para empresas que desejam adotar um método efetivo de controle das férias preparamos uma planilha especial que pode ser baixada diretamente! Confira mais sobre porque e como fazer um bom controle das férias dos seus funcionários.

 

Controle das férias: como fazer?

Como explicamos, a Reforma Trabalhista prevê um novo sistema para as férias.

Logo, o empregador deve se organizar para garantir que todos os empregados gozem as férias corretamente, sem que isso impacte na produtividade e até no orçamento da empresa.

Segundo a legislação trabalhista as férias vencidas devem ser pagas em dobro pelo trabalhador.

Por isso o controle não é um mero detalhe! Para fazer um controle efetivo, além da sua planilha de controle de férias separamos mais algumas dicas:

 

Monte um histórico das férias gozadas

Antes mesmo incluir os dados na sua planilha de controle de férias, é importante fazer um histórico de todos os períodos de férias gozados pelos seus funcionários.

Essas informações ficam constantes na folha de pagamento, que podem ser solicitadas pela contabilidade.

Assim, monte um histórico contendo o nome de cada funcionário, o período aquisitivo e os dias de férias gozados.

 

Avalie a criação de uma política de férias

Considerando os limites impostos pela legislação, a empresa pode criar uma política própria de férias, visando o benefício dos funcionários sem o prejuízo da produtividade. Vale sempre avaliar se é o caso.

É importante que todas as regras relativas ao gozo de férias sejam comunicadas aos funcionários de forma expressa, para que não haja desentendimentos e problemas no relacionamento.

 

Estabeleça prazos e prioridades

Em tese, o fracionamento das férias torna o controle ainda mais complexo para a empresa.

Por isso, é fundamental estabelecer um prazo para que os funcionários apresentem seus pedidos de férias, bem como uma regra definindo prioridades.

Alguns períodos na empresa, como o de férias escolares costumam ter maior demanda.

Assim, vale a pena criar regras para que todos possam gozar as férias da melhor forma e, se possível, junto com a família.

 

Avalie a necessidade de pessoas

O controle de férias deve ser feito de modo a não prejudicar a produtividade da empresa.

Assim, é fundamental avaliar as demandas junto aos gestores e líderes para evitar a sobrecarga do setor.

A planilha de férias também serve para evitar que muitos funcionários saiam de férias no mesmo período e pode ajudar no planejamento, caso seja necessária a contratação de funcionários temporários.

 

Usando sua planilha de controle de férias 

Com uma planilha fica muito mais fácil registrar e organizar os dados relativos as férias dos colaboradores.

A vantagem desse sistema é que todas as informações ficam padronizadas, o que torna mais fácil a visualização e o controle das férias de cada funcionário.

Com a planilha o empreendedor pode prever quanto vai onerar a folha de pagamento já que o trabalhador tem um adicional de 1/3 no salário.

O controle também evita que as férias sejam vencidas, demandando que a empresa tenha que pagar em dobro ao empregado.

 

A planilha disponibilizada pela Otimiza Benefícios é simples de usar e bastante intuitiva e o cálculo das horas já é feito de forma automática.

>>> Faça o download da sua planilha de controle de férias e não tenha mais problemas no seu negócio!

>> Você já sabia das mudanças da jornada na Reforma Trabalhista e como controlar as horas trabalhadas na sua empresa?

Gostou desse artigo sobre Carta de Demissão? Fique sempre por dentro dos artigos e matérias do nosso Portal! CLIQUE AQUI!