Visão sistêmica na organização

Por: Redação Otimiza Benefícios

 

O Que é Ter uma Visão Sistêmica?

De maneira simples e clara, ter uma visão sistêmica nada mais é do que ter a capacidade de ver o cenário completo, analisando todos os agentes e situações que o compõem.

 

Que tal um exemplo prático?

Pense em um gestor que quer o bem-estar geral da sua empresa e compreende o funcionamento da linha de produção, do setor de recursos humanos, do pessoal do financeiro, do comercial e por aí vai.

 

Quando ele precisa tomar uma decisão, é capaz de avaliar não apenas a sua necessidade imediata, mas o impacto e as consequências que a sua atitude vai gerar para todas as outras áreas.

 

Ou seja, além de examinar cada setor individualmente, também é fundamental ver como se dá a interação entre eles.

 

Como a entrega dos produtos ou serviços está sendo feito ao público consumidor?

 

Como está a relação com o fornecedor?

 

Essas são preocupações que um gestor com uma visão sistêmica precisa ter.

 

Ou, ainda mais do que isso, a compreensão das relações entre os ambientes interno e externo é primordial para exercer uma administração organizada e com um processo capaz de dar conta de todas as demandas do negócio.

 

A importância da visão sistêmica para uma empresa

Agora, falaremos sobre a importância de todos que fazem parte de uma empresa desenvolverem diariamente este olhar sistêmico:

 

Possibilita o amplo conhecimento

Um dos primeiros fatores que tornam a visão sistêmica algo de verdadeira importância para todo e qualquer tipo de negócio é a possibilidade que ela dá a todos que fazem parte da organização de conhecê-la com profundidade.

 

Aqueles que desenvolvem este olhar sistêmico acabam conhecendo cada departamento, seus processos, bem como tudo o que envolve a organização, para que assim, munidos destas informações essenciais, tenham a oportunidade de melhorar a sua performance e contribuir cada vez mais em suas atividades diárias.

 

Contribui para o processo de tomada de decisão

Os profissionais que entendem o significado de visão sistêmica têm maior possibilidade de desenvolvê-la e, com isso, tomarem decisões de forma mais estratégica e assertiva.

 

Este é um ponto que vale principalmente para empresários, empreendedores e gestores, que têm cargos com maiores responsabilidades e lidam com decisões importantes constantemente, que afetam a vida profissional e empresarial de todos.

 

Neste sentido, ao contarem com a visão sistêmica, que lhes permite ter um olhar atento sobre tudo o que envolve a empresa, eles conseguem tomar decisões importantes de forma mais consciente e racional, levando em consideração as informações mais relevantes relacionadas aos negócios.

 

Corrige falhas e evita imprevistos

A partir do momento que as pessoas que compõem uma empresa desenvolvem, de forma sistemática, o seu olhar para a empresa como um todo, elas passam a observar e identificar melhor os erros e falhas que acontecem nos processos organizacionais e, com isso, têm a oportunidade de corrigir cada um deles, para que, dessa maneira, estes não prejudiquem o bom andamento dos negócios.

 

Além disso, com a visão sistêmica, é possível também evitar e lidar com assertividade com as surpresas e imprevistos que venham a surgir no meio do caminho e possam atrapalhar a performance profissional e empresarial como um todo.

 

Ajuda no desenvolvimento da análise crítica

Ao desenvolver a visão sistêmica, automaticamente o indivíduo desenvolve também a sua capacidade de análise crítica, uma vez que estes dois elementos andam lado a lado.

 

Por meio dela os principais responsáveis pela empresa conseguem observar, de forma crítica, seus pontos de melhoria e, através disso, desenvolvem e implementam estratégias eficazes, capazes de transformar os processos que estavam prejudicando em algo que passe a verdadeiramente contribuir para a evolução organizacional.

 

A análise crítica se faz essencial, para que assim, profissionais, líderes e empresários mantenham-se sempre vigilantes e tenham a oportunidade de melhorar continuamente os negócios que a empresa desenvolve no mercado em que atua.

 

Contribui para a expansão dos negócios

Por ter uma visão ampla da forma como a empresa atua, principalmente no que diz respeito aos acertos que esta vem tendo ao longo do tempo, os gestores conseguem ter maior clareza sobre os caminhos que devem seguir, para que, dessa maneira, tenham a oportunidade de expandir os negócios e a sua atuação no mercado.

 

Assim, através da visão sistêmica, empresários conseguem ampliar os negócios e inovar constantemente, algo que o mercado tem exigido cada vez mais das empresas que dele fazem parte.

 

Aumenta o engajamento e a motivação

A partir do momento que os profissionais que trabalham na empresa desenvolvem, de maneira sistemática, um olhar sistêmico sobre os negócios, estes conseguem visualizar e entender que fazem parte de um todo, de algo maior, sendo que a sua atuação é de extrema importância para que toda essa engrenagem funcione com perfeição.

 

Diante disso, ou seja, do desenvolvimento desta consciência, eles passam a compreender o quanto são importantes para os negócios e começam a se engajar e se sentir muito mais motivados, aumentando, com isso, sua performance profissional e contribuindo, com maestria, para o crescimento da empresa.

 

Como desenvolver a visão sistêmica nas empresas:

Para desenvolver a visão sistêmica nas empresas, primeiramente é necessário o pleno entendimento deste conceito, para então desenvolver o modelo dentro do negócio.

 

Algumas formas de implantar esta visão são:

 

Visão de Processos:

Ao olhar a empresa em setores, a visão que se tem é de que existem divisões fixas.

 

Já ao olhar para os processos, vê-se um sistema interligado integrando os diversos setores.

 

Esta visão por processos facilita o entendimento da dinâmica geral do negócio, ou seja, todas as etapas que compreendem o foco da empresa, venda, produção, financeiro e logística.

 

Entendimento do fluxo dos processos:

Para entender a relação entre os diversos setores da empresa, é necessário obter conhecimento profundo sobre o fluxo dos processos.

 

Muitas vezes a adoção de uma metodologia específica, como técnicas para mapear o sistema se faz necessária para o conhecimento de processos mais complexos.

 

Pode ser criado uma base com informações essenciais inerentes a cada processo, como inputs, outputs, fornecedores e clientes, depois é só conectar as informações para obter uma visão geral.

 

Melhorias

Na visão sistêmica, a melhoria deve ser pensada no processo como um todo. Afinal, toda a cadeia produtiva será afetada e não apenas um dos elos.

 

Deve ser avaliado o impacto desde o começo do processo até o resultado final.

 

Do contrário, a melhoria em uma parte do processo poderá prejudicar outra parte.

 

Explicando: De nada adianta a equipe comercial motivada e vendendo mais se a produção não dá conta da demanda.

 

Identificando onde nasce o problema

Responsabilizar apenas um funcionário pelo atraso ou erro e deixar de olhar o todo vai contra a visão sistêmica.

 

É necessário avaliar todos os pontos para verificar o que ocasionou o problema e identificar se existem falhas no fluxo do processo que comprometem a realização do trabalho pelos colaboradores.

 

Caso a caso

Apesar de a visão sistêmica entender a empresa como um sistema único, deve ter um olhar cuidadoso sobre seus recursos.

 

As pessoas que compõem esse sistema devem ser olhadas individualmente, tornando a gestão humanizada, promovendo um ambiente de trabalho agradável e capacitando os recursos para a consciência e execução de sua parte no processo.

 

Olhando assim, de modo geral, parece ser fácil a aplicação da visão sistêmica na empresa.

 

Porém, para se alcançar isso, é necessária uma habilidade especial do gestor.

 

Porque conhecer a fundo um setor já não é tarefa fácil, imagine a organização como um todo.

 

Fique sempre por dentro das matérias do nosso Portal! CLIQUE AQUI!